Pinguim ganha roupa de mergulho

Pinguim ganha roupa de mergulho

A pinguim fêmea Adelie, em exposição no Sea World Orlando, desenvolveu uma doença que provoca a perda das penas, que poderia tê-la matado, por causa da dificuldade na regulação da temperatura corporal. Para salvar a ave, os tratadores tiveram uma ideia: costurar uma roupa de mergulho para imitar a camada de penas perdida.

Em comunicado, o parque explica que a roupa foi modelada e costurada especificamente para Adelie, e a solução funcionou. A fêmea consegue manter o calor corporal e vive normalmente com os outros animais.

“Enquanto veste a sua roupa de mergulho, Adelie nada, dorme e se alimenta junto com os outros pinguins”, disse o Sea World, em comunicado.

A desordem que provoca a perda das penas é pouco conhecida pela ciência. Ela foi observada pela primeira vez em 2006, em populações de pinguins africanos e, desde então, foi documentada em outras regiões. A condição é considerada rara, e suas causas ainda são desconhecidas.

Fonte: O Globo